“Porque eu tô ainda muito inseguro de mim mesmo, e não acreditando absolutamente que alguém possa me curtir bem assim como eu sou. Eu não tenho quase experiência dessas transações, me enrolo todo, faço tudo errado — acabo me sentindo confuso. Tudo isso é tão íntimo, e eu já estou tão desacostumado de me contar inteiramente a alguém, tão desacreditando na capacidade de compreensão do outro, sei lá, não é nada disso, sabe? Conviver é difícil — as pessoas são dificeis — viver é dificil.” — Caio Fernando Abreu. <a href="http://www.youtube.com/watch?v=21YJcWdiNfI?hl=en&autoplay=1&enablejsapi=1"><img src="http://www.gtaero.net/ytmusic/play.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

Anedotas de Brain.  (via velejo)

(Source: conotos, via velejo)


— Strike (via mente-confusa)

(Source: entreumdiaeoutro, via mente-confusa)


Eu me chamo Antônio. (via desaguas)

(Source: Motoshima, via desaguas)


(Source: doutora-unicornio, via labella-instagram-deactivated20)

(Source: maresiaas, via recomendar)

Caio Fernando de Abreu. (via inverbos)

(Source: momentos-so-meus, via inverbos)


(via butterflyonthewindow)

Anonymous said: Você ainda mexe comigo.

É? Hum, quem é?

Tati Bernardi. (via coutes)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via coutes)


(via inverbos)

themed by coryjohnny for tumblr